Clockwork Comunicação

Twitter

O que é o clipping?

blog Pausa Dramática

Muitas bolachas

10 de fev de 2010

O setor de biscoitos encerrou o ano com um crescimento de 2,5% em volume com relação a 2008, o que representa um total de 1,206 milhão toneladas. O vice-presidente da Associação Nacional da Indústria de Biscoitos (ANIB), José dos Santos dos Reis, explica que esse crescimento pode ser classificado como vertical, ou seja, maior consumo por pessoa, uma vez que o biscoito já está presente em 98% dos lares brasileiros.



''O que acontece hoje é que o consumo esporádico numa certa camada da população tornou-se mais frequente'', disse. Essa produção mantém o Brasil como o segundo maior mercado de biscoitos no mundo, ficando abaixo somente dos Estados Unidos. Em consumo, o Brasil ocupa o 12º lugar, com uma média per capita de 6,3 quilos por ano, ainda modesta comparada com outros países.

Os biscoitos recheados junto com os crackers e água e sal têm a maior participação no mercado brasileiro, com 29,5% e 25%, respectivamente. A principal base alimentar destes produtos são os carboidratos. Em alguns casos, os biscoitos podem substituir nutricionalmente, o pão, mas depende do tipo da bolacha.

A diretora do curso de Nutrição e de Tecnologia em Gastronomia da PUC-PR, Helena Maria Simonard Loureiro, explica que os biscoitos enriquecidos com fibras trazem benefícios para a saúde, mas a pessoa não deve consumir uma quantidade muito grande de fibras porque pode interferir na absorção de minerais pelo organismo.

Ela alerta que, apesar de a base das bolachas ser carboidrato, as mais gostosas contêm muita gordura e açúcar. O consumo em excesso pode provocar problemas cardiovasculares. As gorduras saturadas de origem animal em grandes quantidades e consumidas por períodos prolongados podem causar o enrijecimento de artérias e infartos. Outro tipo de gordura que deve ser evitada é a trans.

Helena explica que três bolachas de água e sal são equivalentes a uma fatia de pão. Já as recheadas devem ser consumidas, no máximo duas a três unidades por dia; a água e sal, 6 unidades; e a maisena ou maria também 6.

As crianças devem ter o consumo orientado. A pior saída é dar o pacote inteiro nas mãos delas. Os pais devem oferecer apenas a quantidade certa ou comprar pacotes menores que contém cerca de quatro unidades. Para os pequenos também é importante procurar produtos enriquecidos com ferro e vitaminas. A dica é evitar as recheadas porque possuem muita gordura. O consumo em grandes quantidades e associado a refrigerantes pode trazer aumento de peso.

Consumo

O representante comercial Luiz Fernando Mayerle compra sempre amanteigados e bolachas sortidas, além do tipo tortinhas para os netos. ''Deixo um estoque em casa para as crianças'', disse. Também aprecia água e sal e tipo club. Ele conta que costuma olhar na embalagem a data de validade, o preço e as informações nutricionais.

Já a costureira Mari Rosa compra mais bolachas doces e recheadas para as filhas Eloise, 9 anos, e Evelise, 7 anos. ''A gente controla o consumo de bolachas delas. Tem o dia certo da semana do lanche dos biscoitos'', conta. Nos outros dias ela oferece frutas, sanduíche e bolo para as meninas. Ela conta que costuma escolher pelo preço e qualidade.

O aposentado João Seito sempre prefere os biscoitos maria, leite e sortido amanteigado. ''Não costumo olhar a tabela nutricional, mas estou atento à data de validade, preço e qualidade'', contou.

Indústria do PR detém 11,4% do mercado

A Kraft Foods Brasil, com unidade industrial em Curitiba, é uma das empresas que opera na área de biscoitos. No mercado brasileiro, em valor o crescimento chegou a 5%, totalizando R$ 6,3 bilhões. A Kraft, segundo dados do Instituto Nielsen, atingiu um total de 11,4% de share em valor, que representa 1,3 ponto percentual em relação a 2008.

De acordo com o diretor da categoria de snacks da companhia, Romeo Lacerda, as marcas que mais se destacam no portfólio da empresa são Club Social e Trakinas, líderes de mercado nos seus respectivos segmentos. A Club Social teve uma performance muito positiva em 2009, atingindo 17%. Isso ocorreu devido ao investimento no reposicionamento da marca nos últimos 24 meses e ao lançamento de Club Social Recheado, no início do ano de 2009.

Com relação a Trakinas, é a marca preferida pelos consumidores em seu segmento e mantém sua liderança com 18,6% de participação em valor no segmento de biscoitos recheados. Além de Club Social e Trakinas, a Kraft Foods também tem em seu portfólio as marcas Bon Gouter, Chocolícia e Chocooky.

Veja aqui a notícia original.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Clockwork News by TNB