Clockwork Comunicação

Twitter

O que é o clipping?

blog Pausa Dramática

Colehinho da Páscoa ou Papai Noel?

30 de mar de 2010

Curitiba - Nem só de chocolate é feita a Páscoa. Há quem prefira presentear com outros tipos de lembranças que podem recair sobre brinquedos, perfumes, cosméticos, livros, roupas, entre outras opções. Uma fábrica de brinquedos criou até sabonetes em formato de ovos de chocolate. As lojas de brinquedos investem em coelhinhos e bonecas. O Boticário lançou kits específicos de Páscoa.

A rede PBKids Brinquedos aposta em um aumento de vendas de 12% em relação ao mesmo período do ano passado. A marca tem 50 lojas no Brasil, sendo duas em Curitiba. ''Percebemos que muitos pais decidem presentear os filhos de formas diferentes, fugindo um pouco do tradicional chocolate. Essa mudança de atitude desencadeia um crescimento nas vendas de brinquedos'', disse o diretor comercial da empresa, Celso Pilnik. Neste ano, são dez lançamentos como coelhos, ovo de pelúcia e a linha de bonecos Anne Geddes.

A gerente de uma das lojas de Curitiba, Ruiz da Silva, disse que nos últimos quatro anos, os pais têm optado por diminuir a quantidade de chocolate para dar um brinquedo para os filhos. Segundo ela, o valor por presente não é muito alto. A média de gasto é de R$ 30 a R$ 50, mas há clientes que gastam até R$ 100.

Entre as opções estão os lançamentos de bonecas vestidas de bichinhos que variam de R$ 49 a R$ 150. Outro produto muito comercializado são os coelhos de pelúcia para colocar junto nas cestas de chocolates por preços como R$ 14,99 e R$ 29,99.

Ela contou que as crianças maiores com cinco a nove anos já ''negociam'' com os pais o brinquedo que querem ganhar. Entre os meninos a ''febre'' do momento são as bolinhas magnéticas Bakugan que se abrem em forma de bichinhos. As meninas optam mais por Barbie (R$ 39,99 a R$ 90), pela boneca Polly (a partir de R$ 9,99) e pela coleção Littlest Pet Shop que custa a partir de R$ 9,99.

''Eu gosto de chocolate e brinquedo'', disse Maria Luiza Hataka, 5 anos. O pai dela, o professor universitário Alessandre contou que pretende atender o pedido da filha, mas não vai gastar mais do que R$ 100 com ela e os sobrinhos. ''Ela não é muito de doce. É mais brinquedo que chama a atenção'', disse.

''Eu compro chocolate para os meninos e deixo para as avós darem brinquedos e roupas'', disse a empresária Gisele Lobascz. Ela tem dois filhos, Antonio, 6 anos e Inácio, 2 anos.

Já a dona de casa Lia Linhares que tem dois meninos, um de 7 e outro de 10 anos, conta que os filhos gostam de ganhar ovos que vêm com brinquedos dentro. ''Eles se preocupam mais com o brinquedo'', disse. Ela gastou cerca de R$ 100 com os presentes.

O Empório Body Store lançou uma edição limitada de sabonetes em formato de ovo de chocolate ao custo de R$ 29,90 e com 350 gramas cada. O produto tem uma fragrância de alpino com morango e, por ser a base de óleo de castanha em pó, é rico em vitamina A e E. A fábrica fica no Rio Grande do Sul e possui várias franquias no País. Em Curitiba, está presente no Shopping Mueller.

O grupo Boticário lançou produtos específicos para a data com a Coleção Supresas voltada para o público feminino. Um dos kits vem com seis sabonetes de 50 gramas cada ao preço de R$ 29,90. A embalagem tem semelhanças com uma caixa de bombons. O outro kit traz creme hidratante, sabonete e óleo corporal por R$ 42,90. Além disso, a marca oferece opções para crianças como a linha Sophie que possui sabonete, perfume, shampoo e brilho labial. O preço dos produtos desta linha varia de R$ 12,90 a R$ 44,90. A empresa ainda tem opções de maquiagem e perfumaria.

A dona de casa Maura Ribeiro disse que os filhos Marúcia, 20 anos, e Carlos Eduardo, 16 anos, preferem ganhar outros itens do que chocolates. Para a filha ela pretende comprar maquiagem ou roupa e para o menino roupa. O gasto deve ficar em R$ 200 no total.


­Ovos tra­di­cio­nais são os pre­fe­ri­dos

Cu­ri­ti­ba - Uma pes­qui­sa rea­li­za­da pe­la As­so­cia­ção Co­mer­cial do Pa­ra­ná (ACP) apon­tou que 32,5% dos con­su­mi­do­res cu­ri­ti­ba­nos pre­ten­dem gas­tar 26% a ­mais com a com­pra de gu­lo­sei­mas nes­te ano, en­quan­to 51,5% re­ve­la­ram a in­ten­ção de de­sem­bol­sar o mes­mo va­lor do ano pas­sa­do. Ou­tros 16% dos en­tre­vis­ta­dos pre­ten­dem eco­no­mi­zar nas des­pe­sas.

O le­van­ta­men­to fei­to pe­la ACP/Da­ta­Cen­so apon­tou que a maio­ria (55%) si­na­li­zou que vai com­prar ­mais de ­três uni­da­des de ­ovos, com pe­so en­tre 200 e 240 gra­mas ca­da um. E o ovo pre­fe­ri­do por 58% dos en­tre­vis­ta­dos se­rá o tra­di­cio­nal.

Ou­tra con­clu­são foi que 62% dos en­tre­vis­ta­dos fa­zem pes­qui­sa de pre­ços nas lo­jas. Trin­ta e qua­tro por cen­to dei­xam pa­ra fa­zer a com­pra um dia an­tes da Pás­coa e ou­tros 28% ad­qui­rem do­ces uma se­ma­na an­tes. A pes­qui­sa foi rea­li­za­da nos ­dias 2 e 3 de mar­ço en­tre con­su­mi­do­res de to­das as clas­ses so­ciais. A mar­gem de er­ro é de 7% e o ­grau de con­fian­ça de 95%.

Tri­bu­tos

A tri­bu­ta­ção so­bre os pro­du­tos de Pás­coa che­ga a qua­se 55% nes­te ano, de acor­do com da­dos do Ins­ti­tu­to Bra­si­lei­ro de Pla­ne­ja­men­to Tri­bu­tá­rio (­IBPT). O ­item no ­qual ­mais in­ci­de tri­bu­ta­ção é o vi­nho, com 54,73%, se­gui­do pe­lo ba­ca­lhau, com 43,78%.

Os tra­di­cio­nais ­ovos de cho­co­la­te che­gam ao con­su­mi­dor com 38% de tri­bu­tos, a mes­ma por­cen­ta­gem co­bra­da so­bre os bom­bons. Já a co­lom­ba pas­cal re­gis­tra in­ci­dên­cia tri­bu­tá­ria de 36,02%.

En­tre os ou­tros ­itens que fa­zem par­te da lis­ta do ins­ti­tu­to es­tão o coe­lhi­nho de pe­lú­cia, com tri­bu­ta­ção de 29,92%, e o pa­pel ce­lo­fa­ne, pa­ra em­bru­lhar as ces­tas de Pás­coa, com 35,20%. (A.B.)

Da Folha de Londrina

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Clockwork News by TNB