Clockwork Comunicação

Twitter

O que é o clipping?

blog Pausa Dramática

Curitiba participa da Hora do Planeta deste ano

15 de mar de 2010


Curitiba aderiu oficialmente ao movimento Hora do Planeta 2010. No dia 27 de março, doze monumentos da cidade terão suas luzes apagadas por uma hora, das 20h30 às 21h30. O movimento é um ato simbólico de combate ao aquecimento global promovido globalmente pela Rede WWF desde 2007 e acontece pela segunda vez no Brasil.


A Fundação O Boticário de Proteção à Natureza e a prefeitura de Curitiba são as apoiadoras da campanha na capital paranaense. A prefeitura vai apagar as luzes da Estufa do Jardim Botânico, Teatro do Paiol, Fachada do Paço da Liberdade, Fonte dos Anjos, Torre da Biodiversidade, Torre Panorâmica, Monumento de Bambu na Linha Verde, Fonte da Praça Santos Andrade, Fonte da Praça Generoso Marques, Portal de Santa Felicidade, Pista de Atletismo da Praça Osvaldo Cruz e Cancha Polivalente da Praça Ouvidor Pardinho. "É uma campanha alinhada aos objetivos da Prefeitura de focar sempre no desenvolvimento sustentável", diz o prefeito de Curitiba, Beto Richa.

A Fundação O Boticário é responsável por mobilizar a população da cidade, incluindo organizações, empresas e pessoas, para aderirem ao movimento e também multiplicarem a ideia.

No Ano Internacional da Biodiversidade, o objetivo da Hora do Planeta no Brasil é conscientizar a sociedade sobre a importância da conservação e recuperação das matas, florestas e recursos hídricos nacionais como forma de proteção contra as mudanças climáticas, bem como para reduzir emissões de gases do efeito estufa causadas pelo desmatamento.

De acordo com a WWF, no último relatório do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, órgão das Nações Unidas responsável por produzir informações científicas) os cientistas afirmaram que há 90% de certeza de que o aumento de temperatura na Terra está sendo causado pelo ser humano.

"O apagar das luzes é um ato simbólico, mas muito representativo. Mostra o poder de mobilização da sociedade em prol de uma causa. É uma oportunidade para mostrar aos nossos atuais e futuros governantes, neste ano eleitoral, que nós cidadãos consideramos a conservação da natureza uma questão prioritária e que ela deve ser levada em consideração em todos os planos de governos", diz a diretora executiva da Fundação O Boticário, Malu Nunes.

MUNDO

A Hora do Planeta 2010 pretende contar com a adesão de mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo. Em 2009, milhões de brasileiros em 113 cidades apagaram suas luzes e mostraram sua preocupação com o aquecimento global. Em Curitiba, 125 mil pessoas foram envolvidas diretamente no movimento por meio da mobilização da Fundação O Boticário.

"A Hora do Planeta é um movimento de todos nós. Ela une cidades, empresas e indivíduos para demonstrar às lideranças mundiais - e, principalmente, para mostrar uns aos outros - que queremos uma solução contra o aquecimento global. É uma oportunidade única para nós, brasileiros, de nos unirmos com a comunidade global em uma única voz para combater os efeitos das mudanças climáticas", acrescenta Denise Hamú, secretária-geral do WWF-Brasil. Qualquer pessoa pode aderir ao movimento. Basta apagar as luzes no dia e hora da ação e se cadastrar no site do movimento (www.horadoplaneta.org.br).

A CAMPANHA

A Hora do Planeta, conhecida globalmente como Earth Hour, é uma iniciativa global da Rede WWF para enfrentar as mudanças climáticas. No sábado, dia 27 de março de 2010, às 20h30, pessoas, empresas, comunidades e governo são convidados a apagar suas luzes pelo período de uma hora para mostrar seu apoio ao combate ao aquecimento global.

Na primeira edição, realizada em 2007 na Austrália, 2 milhões de pessoas desligaram suas luzes. Em 2008, mais de 50 milhões de pessoas de todas as partes do mundo aderiram à ação. Em 2009, quando o WWF-Brasil realizou pela primeira vez a Hora do Planeta no Brasil, quase 1 bilhão de pessoas em todo o mundo apagaram suas luzes.

WWF-BRASIL

É uma organização não governamental brasileira dedicada à conservação da natureza com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações. O WWF-Brasil, criado em 1996 e sediado em Brasília, desenvolve projetos em todo o país e integra a Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.

Fonte: Diário Popular

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Clockwork News by TNB