Clockwork Comunicação

Twitter

O que é o clipping?

blog Pausa Dramática

Diretor de '2012' implode Shakespeare

1 de jun de 2010

01-06-10
Em 'Anonymous', que está sendo filmado na Alemanha, Emmerich questiona a autoria dos textos do dramaturgo inglês

Assim que terminou de destruir o mundo em ''2012'', o alemão Roland Emmerich, 54, que também fez ''Independence Day'', resolveu filmar outra explosão. Mas, desta vez, histórico-literária.

Com o menor orçamento da carreira, US$ 30 milhões (cerca de R$ 55,2 milhões), Emmerich está dirigindo ''Anonymous'', em que questiona a autoria de textos de William Shakespeare.
A teoria é estudada há séculos por historiadores e mestres da literatura, como Charles Dickens e Henry James, mas há muita controvérsia no tema.

Entre as dezenas de livros sobre o assunto, Emmerich escolheu ''Lost Kingdom'', do ex-presidente da Sociedade Shakespeariana de Oxford Charles Beauclerk, para guiar o filme.
A tese de que Shakespeare teria um ''ghost writer'' é embasada pelo fato de não haver evidências de que ele teve educação formal ou registros de sua morte, em 1616. ''Há apenas evidências de que ele seria ator'', diz Emmerich.

Teorias sugerem que Francis Bacon (1561-1626), filósofo e fundador da ciência moderna, poderia ser o autor das obras de Shakespeare.
Mas Emmerich preferiu a versão em que o autor de ''Hamlet'' e ''Rei Lear'' era um homem da corte porque, de outra maneira, ele teria perdido a cabeça por escrever de maneira tão crítica e fazer comédia sobre a própria corte.

No roteiro, Shakespeare é Earl de Oxford, Edward de Vere. Ele seria o filho secreto de Elizabeth, a rainha virgem. Para a maioria dos atores ingleses no elenco, a teoria soa razoável. Mas não para Vanessa Redgrave, que interpreta a rainha Elizabeth. ''Os detalhes nos textos sobre Veneza, por exemplo, são típicos de escritor e não de um conhecedor de geografia. Shakespeare significa muito para mim e para o mundo, essa ideia é ridícula'', diz.

O filme se passa na Inglaterra elisabetana e está sendo filmado na ex-Berlim oriental. A reconstrução da Londres do século 16 será feita por efeitos visuais. Só paisagens, que servirão como base para a computação gráfica, foram filmadas ''in loco''.

Como um filme de Emmerich não poderia passar sem um desastre, uma cena de incêndio acabará com o cenário. ''Tenho pouco dinheiro, mas acho que o resultado pode ser surpreendente'', diz o cineasta.

Anonymous ainda não tem data de estreia no Brasil

da Folha de Londrina

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Clockwork News by TNB